quinta-feira, 10 de maio de 2012

Sexualidade - Disfunção Erétil


A disfunção erétil é a dificuldade persistente e repetitiva de obter e/ou manter a ereção do pênis por tempo suficiente para a conclusão da atividade sexual. 
Vale ressaltar que dificuldades de ereção podem ocorrer eventualmente. Nesse caso, não se trata de uma doença. Quando a situação se repete por várias vezes e acaba por levar a sofrimento pessoal e dificuldades no relacionamento é que dizemos haver uma disfunção sexual. 
As causas para disfunção erétil podem ser orgânicas, psicológicas ou mistas, sendo esta última a mais comum. 
  • Orgânicas são aquelas que o médico identifica através de exame físico e/ou de laboratório ou quando detecta o uso de algum medicamento/droga que prejudica a função sexual. Doenças como hipertensão arterial, diabetes e aumento do colesterol também causam a disfunção erétil, porque leva ao processo de "entupimento das artérias", conhecido como aterosclerose, que pode acometer as artérias do pênis e prejudicar a passagem de sangue necessária à ereção. Os Anti-hipertensivos, os anti-depressivos, os sedativos, o tabagismo e uso excessivo de álcool também podem provocar dificuldade de ereção. 
  • Psicológica são aquelas não identificáveis por meio de exames. Apesar dos mecanismos fisiológicos estarem em condições normais, a ereção encontra-se prejudicada. A dificuldade de ereção, neste caso, ocorre por ansiedade em relação à atividade sexual, medo do fracasso, depressão, dificuldades pessoais (crise financeira, perdas, etc.).
  • Mistas são aquelas em que existe um componente orgânico identificável que por si só não levaria a uma dificuldade de ereção, mas que associado à ansiedade, ao perfeccionismo, à preocupação excessiva ou à depressão é suficiente para provocar esse problema. 
Reconhecer o problema, conversar com a parceira e procurar a ajuda de um especialista para fazer o diagnóstico e iniciar o tratamento adequado é fundamental.

by Mari Martins

Imagem by Google


Nenhum comentário: