quinta-feira, 10 de maio de 2012

O melhor método contraceptivo?





Qual o melhor método contraceptivo?

Depende muito da paciente! No mercado brasileiro há, hoje em dia, diferentes métodos contraceptivos. As pílulas hormonais são as mais conhecidas, fáceis de encontrar, com variados preços e diversas dosagens hormonais diferentes. Existem as orais combinadas com estrogênio e progesterona e aquelas somente com progesterona. A pílula só de progesterona é mais indicada para quem está amamentando (pois não diminui a quantidade de leite), para quem não pode ou não quer menstruar, como as pacientes com endometriose ou miomatose uterina, etc. Já as pílulas combinadas têm o estrogênio variando de 15 a 50 microgramas e uma progesterona. Quanto menor a quantidade de hormônios, menores serão os efeitos colaterais. Infelizmente, as pílulas disponíveis gratuitamente em postos de saúde são, na maioria, com 30microgramas de etinilestradiol(estrogênio). Há os anticoncepcionais hormonais injetáveis (mensais ou trimestrais). Existem os DIUs (dispositivos intra-uterinos) de diversos tamanhos de acordo com a dimensão do útero, os anéis vaginais (que são colocados pela própria paciente e retirados após 21 dias), os adesivos(colados e trocados semanalmente), os implantes hormonais e os métodos de barreira (camisinhas, diafragmas). Vale lembrar que nenhum método tem eficácia de 100%, devendo, portanto, ser associado a um método de barreira. Os métodos cirúrgicos (laqueadura tubárea e vasectomia) têm indicações aos casais com mais de 25 anos de idade e, no mínimo, dois filhos vivos. Os anticoncepcionais devem ser indicados pelos médicos, pois, como qualquer medicamento, têm efeitos colaterais e contra-indicações. As contra-indicações mais comuns são tabagismo, gravidez, nódulos mamários, tromboses, varizes, cardiopatias, etc. Ao contrário do que parece,
já está comprovado cientificamente, os anticoncepcionais não engordam.

Coluna Saúde da Mulher -  assinada pela Dra. Elaine K. Vasconcelos - Ginecologista, Obstetra e Mastologista - CRM: 101324.
Imagem by Mari Martins

Nenhum comentário: