segunda-feira, 14 de maio de 2012

Dores nas mamas


Dores nas mamas

As dores mamárias são chamadas de mastalgias. Podem ser uni ou bilaterais, cíclicas (quando têm relação com o ciclo menstrual) ou acíclicas. Quando estão associadas ao ciclo menstrual costumam se manifestar no período pré-menstrual, mais ou menos 10 dias antes das menstruações. As mastalgias, em sua maior parte, são causadas por alterações hormonais do nosso próprio organismo. As mamas são compostas por tecido adiposo(de gordura) e tecido glandular. Quanto mais tecidos glandulares, mais jovens e densas (duras) são as mamas e, portanto, mais doloridas. Outras causas de dores nas mamas são os processos inflamatórios e ou infecciosos e os traumatismos. Nesses casos as dores são mais agudas e não têm relação com o ciclo menstrual. As mamas com alterações hormonais e doloridas eram chamadas, antigamente, de mamas displásicas. Hoje em dia o termo mais correto é: "Alterações funcionais benignas das mamas". As mamas com estas alterações tendem a formar cistos (que são redondos e com conteúdo líquido). Embora esses cistos não se transformem em câncer, eles têm que ser acompanhados com atenção porque podem dificultar (esconder) uma lesão maligna ou pré-maligna. O câncer de mama aparece branco na mamografia e as mamas densas e com cistos também têm uma grande área branca, dificultando a visualização da lesão maligna. O câncer de mama, geralmente, quando é inicial, não causa dores.
A mastalgia pode ser amenizada ou agravada dependendo de fatores ambientais. Alimentos com xantinas (café, coca cola, guaraná, hortelã, mate, chocolate) e tabagismo podem agravar a dor. Gináticas, alimentos como verduras e frutas frescas, assim como sementes oleaginosas (castanhas, amêndoas e nozes) podem amenizar a dor. Além disso, existem medicamentos a base de vitamina E, ácido linolêico e oléico e vitamina b12 que podem ser usados. Embora não haja comprovação científica, notamos nos consultórios, significativa melhora da mastalgia com essas substâncias. Notamos que, quando adotados hábitos de vida saudáveis, é considerável a melhora da mastalgia por alterações funcionais benignas das mamas. As outras causas de dor, como os já citados processos inflamatórios e infecciosos, geralmente são tratados com anti-inflamatórios e antibióticos.
Todas as mulheres, mesmo sem sintomas, devem ser submetidas a exame físico anual das mamas. O US de mamas é mais indicado para pacientes abaixo de 40 anos ou como complemento à mamografia. As mamografias devem ser realizadas em todas as mulheres com 40 anos ou mais (a cada dois anos) e anualmente naquelas com 50 anos ou mais.

Coluna Saúde da Mulher - assinada pela Dra. Elaine K. Vasconcelos - Ginecologista, Obstetra e Mastologista - CRM: 101324.
Imagem by Mari Martins



Nenhum comentário: