quarta-feira, 30 de maio de 2012

Haicais

Pôr-do-sol em Cancún



Pelejam as uvas
nos bailados das parreiras
o sabor do vinho.


Astúcia de grito
pelas veredas ouvimos
no outono do tempo.


Nos lábios as pétalas
em murmúrios de flores
voam pelo espaço.


Prenúncio de orvalho
fertilizando as abelhas
nas rosas do vento.


Saudades se escondem
no baú das sutilezas
pejadas de véus.


O fio do tempo
tece a noite devagar
e assim anoitece.


Haicais by Telma de Figueiredo Brilhante
Foto by Mari Martins





Nenhum comentário: