quarta-feira, 30 de maio de 2012

Endometriose - Herança Genética




ENDOMETRIOSE

É uma doença que causa dor pélvica e/ou abdominal e acomete, preferencialmente, mulheres que menstruam. Tem herança genética e, portanto, a história familiar é um fator de risco. Mulheres que nunca tiveram gestações também são mais acometidas, assim como aquelas com malformações uterinas. Na endometriose existem alterações do endométrio (camada interna do útero). O estrogênio já foi encontrado na mucosa uterina de mulheres enfermas. Estas alterações também são reguladas pela progesterona (outro hormônio feminino). Observamos altos índices de sucesso quando usamos a progesterona para o tratamento da endometriose. Portanto, podemos concluir que a pílula anticoncepcional de uso contínuo protege as mulheres da endometriose. Lembrando que os anticoncepcionais hormonais têm efeitos colaterais e contra-indicações e portanto, devem ser usados com bastante critério. O diagnóstico final da endometriose é o anátomo patológico dos fragmentos retirados em cirurgia videolaparoscópica. As células do endométrio podem ser encontradas na pelve (ovário), trompas ou no abdomem (intestinos), tórax, condutos nasal e auditivo, etc. Essas células encontradas em lugares atípicos levam a sangramento local no período menstrual. Por isso que existem mulheres que sangram pelo ânus no período menstrual. Antes do diagnóstico cirúrgico suspeitamos de endometriose com a história clínica da paciente, que tem cólicas intensas resistentes aos analgésicos e anti-inflamatórios. Também são solicitados o ultrassom transvaginal (que muitas vezes vem normal e o marcador tumoral dosado no sangue Ca125, que, atualmente não ajuda muito no diagnóstico da endometriose, pois um valor normal não afasta a hipótese da doença. Em pacientes com suspeita de endometriose que não querem ser submetidas a procedimento cirúrgico para elucidação diagnóstica, não é errado iniciar o tratamento clínico, uma vez que há remissão dos sintomas e, consequentemente, melhora da qualidade de vida.


Coluna Saúde da Mulher - assinada pela Dra. Elaine K. Vasconcelos - Ginecologista, Obstetra e Mastologista - CRM: 101324.
Imagem by Mari Martins




Nenhum comentário: