quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Saúde e direitos humanos



Um grupo composto por membros da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Camara dos Deputados e por representantes de instituições das áreas do direito e da assistência em saúde, dentre as quais o Conselho Federal de Medicina, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e o Ministério Público Federal (MPF), iniciou em setembro a verificação dos serviços de emergência de hospitais da rede pública sob a perspectiva do respeito aos direitos humanos. As primeiras visitas foram feitas nos municípios de São Paulo e Rio de Janeiro e pelo que viram, já sinalizaram a possibilidade de abertura de uma CPI.
No Rio de Janeiro foi visitado o Hospital Municipal Souza Aguiar e foi constatado que o número de médicos em atuação e o espaço físico disponível eram insuficientes.

Já era hora, mas antes tarde do que nunca. As pessoas estão morrendo nesse país por falta de infraestrutura, profissionais especializados, falta de leitos hospitalares e leitos em UTI's e isso tem que mudar. O sistema de saúde está falido e alguém tem que dar o primeiro passo para a mudança acontecer.

O Sistema de saúde do Brasil precisa resnascer das cinzas, como uma Fênix!

by Mari Martins
Imagem by Google

Nenhum comentário: