quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Adesivo revolucionário



Cientistas dos Estados Unidos, China e Cingapura anunciaram, na revista Science, um dispositivo que poderá revolucionar procedimentos médicos. Da espessura de um fio de cabelo, o Sistema Eletrônico Epidérmico (EES, na sigla em inglês) adere à pele como uma tatuagem temporária, "reduzindo o abismo entre eletrônica e biologia", segundo o co-autor da pesquisa, John Rogers, professor da Universidade de Illinois (EUA). O EES poderá ser usado no lugar de eletrodos para monitorar o coração, cérebro e tecido muscular. Dentre outras inúmeras utilidades, o adesivo - "tão macio como a pele humana" - tratará a apnéia noturna e bebês que precisam de cuidado neonatal.

by Mari Martins
Imagem by Google

Nenhum comentário: