sábado, 8 de outubro de 2011

Câncer de Ovário



O rastreamento com a avaliação anual do antígeno CA-125 combinada a ultrassonografias transvaginais anuais não reduz a mortalidade pelo câncer de ovário. A conclusão é de um ensaio randomizado que envolveu 78,216 mulheres acompanhadas durante 12 anos. Os resultados foram publicados no JAMA (Journal of the American Medical Association).
As mulheres, com idades entre 55 e 74 anos, foram randomizadas para receber exames de rastreamento anuais ou tratamento usual. As mulheres alocadas ao rastreamento foram submetidas a exames de dosagem do CA-125 durante seis anos e ultrassonografia transvaginal durante quatro anos.
Durante os 12 anos de seguimento, não houve diferenças significantes entre as taxas de incidência do câncer de ovário nem nas taxas de mortalidade entre os grupos.
Das 3.285 mulheres que receberam um resultado falso-positivo, 1.080 foram submetidas a uma cirurgia exploratória - das quais 15% apresentavam pelo menos um evento adverso grave.

by Mari Martins
Imagem by Google
Fonte: Consulta Prima


Nenhum comentário: