segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Cesariana e obesidade



 
Pesquisa afirma que nascidos de cesariana
 têm maior risco de obesidade

 
Pesquisa com 2.057 pessoas de 23 a 25 anos de idade, nascidas na cidade de Ribeirão Preto (interior de São Paulo), aponta que as chances dos que nascem de parto cesariano ficar obesos na fase adulta são 58% maiores do que de quem nasce de parto normal.
Segundo a autora do estudo, Helena Ayako Sueno Goldani, a possível causa desse índice é a alteração no desenvolvimento ou na composição da microbiota intestinal, que é diferente nas crianças que nascem de parto vaginal em relação às que nascem de parto cesariana.
Helena explica que no parto cesariano não acontece o contato do bebê com a flora vaginal materna. Este contato, afirma, parece ser importante para o desenvolvimento da flora intestinal do recém-nascido. O estudo levantou a hipótese de que algumas bactérias presentes no canal do parto teriam efeito benéfico por meio de uma estimulação balanceada do sistema imunológico do recém-nascido. Helena diz que com isso, a criança tem afetado o seu metabolismo de acolhimento de energia e, consequentemente, pode ter um impacto sobre o desenvolvimento da obesidade. Os resultados do trabalho acabam de ser publicados na revista científica The American Journal of Clinical Nutrition Editorial Office.

by Mari Martins
Imagem by Google
Fonte: Agência USP de Notícias

Nenhum comentário: