terça-feira, 3 de abril de 2012

Escabiose



Parasitose da pele causada por um ácaro cuja penetração deixa lesões em forma de vesículas, pápulas ou pequenos sulcos, nos quais ele deposita seus ovos. As áreas preferenciais da pele para visualizar essas lesões são: regiões interdigitais, punhos (face anterior), axilas, região periumbilical, sulco interglúteo e órgãos genitais externos (nos homens). Em crianças e idosos, podem também ocorrer no couro cabeludo, nas palmas das mãos e plantas dos pés. O prurido intenso é causado por reação alérgica a produtos metabólicos do ácaro. Característicamente essa manifestação clínica se intensifica durante a noite, por ser o período de reprodução e deposição de ovos desse agente.

A Escabiose, que também é conhecida por Sarna, Pereba, Curuba, Pira e Quipá tem como o seu agente etiológico o Sarcoptes scabiei e o seu principal reservatório é o homem.
O modo de transmissão se dá por contato direto com doentes (compartilhamento de dormitórios, relações sexuais, etc) e por meio de fômites contaminados (roupas de cama, toalhas de banho, vestimentas, etc).
O período de incubação é de 1 dia a 6 semanas e o período de transmissibilidade é enquanto durar a doença.

A Escabiose ocorre em qualquer parte do mundo e está vinculada aos maus hábitos de higiene. A higiene pessoal e do ambiente onde se vive é fundamental para evitar surtos da doença.

by Mari Martins
Imagem by Google
Fonte de pesquisa: Doenças Infecciosas e Parasitárias - Guia de Bolso - 8ª edição revista



Nenhum comentário: