quinta-feira, 21 de junho de 2012

O pior país do mundo para ser mãe





Segundo um estudo, realizado pela organização não-governamental Save the Children e divulgado em maio de 2012, o Níger, é o pior lugar do mundo para ser mãe. A nação africana desbancou o Afeganistão e a principal causa é a fome.

No outro extremo da lista, está a Noruega, como o melhor país do mundo para ser mãe. A classificação se divide em "Melhores e piores lugares do mundo para ser mãe", que compara 165 países em termos de saúde materna, educação, situação econômica, saúde infantil e nutrição.

O estudo é separado em três grupos principais: o dos países desenvolvidos, o dos menos desenvolvidos e o dos pobres. O Brasil aparece na 12ª posição no grupo dos países menos desenvolvidos, atrás de nações como Cuba, Argentina, Uruguai e Colômbia, e à frente de China e Índia.

O documento, que este ano se concentra na nutrição, sobretudo do momento em que a mulher fica grávida até os dois anos de idade do seu filho, destacou que a desnutrição é a causa subjacente das 2,6 milhões de mortes anuais de crianças registradas em todo o mundo.

Depois do Níger, os piores países para ser mãe são: Afeganistão, Iêmen, Guiné-Bissau, Mali, Eritreia, Chade, Sudão, Sudão do Sul e República Democrática do Congo.

Depois da Noruega, os melhores países do mundo para ser mão são: Islândia, Suécia, Nova Zelândia, Dinamarca, Finlândia, Austrália, Bélgica, Irlanda, Holanda e Reino Unido.


by Mari Martins
Imagem by Google
Fonte: AFP




Nenhum comentário: