segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Indústria reduzirá sódio nos alimentos





















O Ministério da Saúde e representantes da indústria - incluindo as Associações Brasileiras das Indústrias de Alimentos (Abia), Massas Alimentícias (Abima), do Trigo (Abitrigo) e da Panificação e Confeitaria (Abip) - assinaram nova fase do acordo que prevê redução gradual de sódio em 16 categorias de alimentos. Nesta segunda etapa, foram detalhadas as metas para batatas frita e palha, pão francês, bolo pronto, mistura para bolo, salgadinho de milho, maionese e biscoitos doce e salgado, produtos que devem ter o teor máximo de sódio de 100 gramas.
O segundo termo de compromisso prevê ainda monitoramento da redução do sódio em alimentos processados pela indústria, com acompanhamento das informações da rotulagem nutricional e análises laboratoriais dos produtos coletados no mercado, sob responsabilidade da Anvisa.
Em abril, foi anunciada a diminuição progressiva em massas instantâneas, pães de forma e bisnagas. As demais etapas devem ser cumpridas pelo setor produtivo até 2014 e aprofundadas até 2016.
A ação faz parte da estratégia do governo federal de enfrentamento das doenças crônicas, como hipertensão arterial e doenças cardiovasculares, e segue a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) de reduzir o consumo máximo de 5 gramas de sal diários por pessoa até 2020.

 
by Mari Martins
Imagem by Google
Fonte: Jornal do Cremesp - Jan/Fev-2012

Nenhum comentário: