segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Felicidade



Serei feliz quando feliz tu fores,
puder rever o teu sorriso branco
e ver florir o meu jardim de flores,
puder amar o nosso amor tão franco!

Serei feliz quando sentir teu vulto,
olhar teus olhos, ao findar o pranto,
rever histórias d'um passado adulto,
mesclar o tempo com prazer e encanto.

Serei feliz no insperado encontro,
ouvir tua voz e admirar teu rosto,
viver o amor no mais antigo gosto.

Serei feliz e me suponho pronto,
na mansidão de tua bondosa alma,
achar na vida a merecida calma!

Poema by Walter Argento
Foto by Mari Martins



Nenhum comentário: