segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Anorexígenos





A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) pode ficar impedida de vetar a produção e comercialização de remédios para emagrecer. Esta é a proposta do Projeto de Lei 2.431/11 que tramita na Câmara dos Deputados.
A medida valerá para os medicamentos à base de anfepramona, femproporex, manzidol e sibutramina - que estão proibidos ou com uso restrito, desde o dia 10 de dezembro de 2011, por decisão da Anvisa.
Essa proibição gerou um enorme descontentamento nas entidades médicas e no público que necessita de tratamento contra a obesidade. Segundo a Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (Abeso), a obesidade é uma doença crônica, que acarreta alta morbimortalidade, cuja prevalência está aumentando de forma alarmante no Brasil.
Pesquisa sobre Orçamentos Familiares (POF) 2008-2009 realizada em parceria do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) com o Ministério da Saúde, analisando dados de 188 mil brasileiros, mostrou que a obesidade e o sobrepeso têm aumentado rapidamente nos últimos anos, em todas as faixas etárias. Neste levantamento, 50% dos homens e 48% das mulheres se encontram com excesso de peso, sendo que 12,5% dos homens e 16,9% das mulheres apresentam obesidade.
As entidades médicas afirmam que a decisão da Anvisa limita a autonomia do médico e prejudica o tratamento dos seus pacientes.
A proposta, que tramita em caráter conclusivo, será analisada pelas comissões de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

by Mari Martins
Imagem by Google
Fonte de pesquisa: Jornal Medicina - Jan/2012



Nenhum comentário: