segunda-feira, 7 de junho de 2010

A mente


A mente é como o mar, pode estar calmo e em minutos tornar-se perigoso, revolto, turvo e cheio de detritos da mata, da praia, dos arredores. Nós seres humano temos uma característica que nos torna mais ou menos suscetível ao meio em que convivemos. Por mais forte, positivo e otimista que sejamos, estar ao lado de pessoas com padrão vibracional negativo nos afeta imensamente. É preciso ter controle sobre a mente para não ser contaminado por pensamentos e atitudes de raiva, rancor, frustração, inveja, etc. Esses são os detritos dos arredores que nos contaminam. Você já teve ou tem algum conhecido que quando esta perto de você rouba sua energia? Sim, vampiros existem, não bebem nosso sangue, não mordem nossa jugular e nem possuem caninos enormes, mas nos vampirizam, sugam nossa energia e nos deixam deprimidos, fracos, sem ânimo e com baixa auto-estima. Existem pessoas com campo vibracional negativo tão forte que podem nos deixar doentes, por isso digo sempre que a "mente" é uma ferramenta poderosa e que temos que aprender a usá-la da melhor forma possível. Quando estamos enfermos mentalmente, nossa imaginação atua contra nós, nossos pensamentos tornam-se obsessivos e ficamos ruminando tristeza, culpa, angústia e isso não é bom. Se você tem consciência de tudo que ocorre ao seu redor e controle disso, nada te fará mal, nenhum pensamento ruim te dominará e sua saúde mental e física será preservada. Pense nisso!

Texto e foto by Mari Martins - O mar

6 comentários:

Leila Franca disse...

Olá,

Esse texto é muito verdadeiro. Já constatei esse fato. O problema é que as pessoas só percebem que estão perto de alguém que lhes rouba a energia quando já é tarde demais. Por isso é bom aprender o mais rápido possível as características dessas pessoas para que a gente perceba a sua aproximação mais rapidamente.

bjs

Jackie Freitas disse...

Olá Mari, querida!
Muito bom esse texto seu. As energias realmente estão por aí, esperando pela captação de todos. A força de nosso pensamento vibra juntamente com elas. Por isso, tenho me afastado cada vez mais desses vampiros que insistem em nos rondar a espera de um descuido nosso.
Grande beijo,
Jackie

vivoquinha disse...

Peço desculpas a quem escreveu e aqueles que postaram seus comentários, mas acredito que talvez eu seja uma dessas vampiras! Todo mundo sempre se coloca do lado legal, bom, aquele em que é bom estar.No entanto, ultimamente tenho sofrido de uma angústia, frustração e decepções terríveis! Considero isso plenamente humano e sinto muito que a tristeza de um coração seja contemplado como algo que tenha que ser afastado! Ficamos tristes perto de quem está triste, porque somos humanos e sabemos o quanto é difícil ficar com o coração aos trapos, respeito todo tipo de crença e acredito que as pessoas tenham que buscar, sim, sua felicidade, mas me desculpem se não consigo ficar feliz e se sou uma pessoa frustrada, não posso fingir algo que não sou! Propaganda de margarina, ao meu ponto de vista, só na Tv!!!É impossível eliminar o outro lado da vida, sim, porque ela possui dois lados, acredito sim, que tenhamos que aprender a viver com eles...abraços a tod@s

Mari Martins disse...

Falo por experiência própria Leila, também já passei por isso. Obrigada pela visita e comentário.
Beijos e até mais.

Mari Martins disse...

É Jackie a coisa está grave e o pior é que as pessoas são assim e às vezes nem percebem.
Beijos e até mais.

Mari Martins disse...

Vivoquinha, talvez você esteja passando por um período difícil e às vezes apesar de doloroso serve para o seu amadurecimento, por isso não se sinta assim, isso é normal e compreensível, estar deprimido às vezes e descontente com a vida serve de impulso para mudarmos.
Beijos e até mais.