quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Quintana



"Quem faz um poema abre uma janela
Respira, tu que estás numa cela abafada
esse ar que entra por ela.
Por isso é que os poemas têm ritmo
para que possas , enfim, profundamente respirar.
Quem faz um poema salva um afogado."
 
Poema by Mário Quintana
Foto by Mari Martins

3 comentários:

Samanta disse...

Olá queridíssima Mari !!!

Que lindo ! Simples e profundo.
Realmente um poema faz a alma suspirar nesta cela abafada que, às vezes, é a vida !!
Adorei !

Grande beijo no seu coração !

Gerci Monteiro de Freitas disse...

Belo poema, só mesmo Mário Quintana para nos fazer refletir.

Abraços.

clau disse...

Mário Quintana, eterno poeta, só mesmo você para relembrar desse belo poema, bjks