segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Truman Capote


Fez muito frio em São Paulo neste final de semana, a companhia perfeita foi o Edredom e uma boa seleção de filmes. Ah, um vinhozinho para relaxar.
Assisti Crepúsculo, Meu nome não é Johnny e Capote. O primeiro foi para desanuviar, o segundo foi porque adoro o trabalho de Selton Mello e a trama (verídica por sinal) é muito boa e o terceiro, Capote, eu já havia assistido, mas por se tratar de um roteiro primoroso e uma história verídica também, me senti atraída a assistir novamente. 
A interpretação de Philip Seymour Hoffman é incontestávelmente maravilhosa, ele dá vida e personalidade ao polêmico jornalista e escritor Truman Capote, que tem como obras mais conhecidas Bonequinha de Luxo e À Sangue Frio. O filme é uma cinebiografia de Truman Capote, mostra a fase de sua vida onde mergulha na história violenta de uma chacina, ocorrida na cidade de Kansas em 1959, para escrever seu livro mais famoso "À Sangue Frio."
Trata-se de um filme que nos faz pensar muito no que o ser humano pode se transformar, para o bem e para o mal. No que o ser humano é capaz de fazer quando tem um interesse. Truman Capote mergulhou de cabeça nessa história sórdida, escreveu o livro que o tornou famoso, manipulou várias pessoas para conseguir escrever essa história, contratou advogado para defender dois psicopatas assassinos para ganhar tempo com as apelações e adiar a execução de ambos para ter tempo hábil para arrancar deles o real motivo que os levou a cometer a chacina, como tudo foi realizado em detalhes e, o final do livro, é claro, seria a execução dos assassinos por enforcamento. Foram 5 anos dentro dessa paranóia, onde ele colocou de lado sua vida pessoal, sua sanidade mental e para fechar com chave de ouro, assistiu ao vivo e em cores a execução dos assassinos. Entrou em depressão, bebia e fumava muito e dizia que nunca ia se recuperar por tudo que viu e ouviu. Truman Capote pagou um preço muito alto pelo sucesso e depois de publicar À Sangue Frio, nunca mais conseguiu terminar outro livro, morreu de complicações por causa do alcoolismo.

by Mari Martins
Imagem: Cartaz do Filme Capote


Nenhum comentário: