quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Reprodução Assistida


O mundo mudou, a sociadade mudou, os valores mudaram, as pessoas se casam mais tarde para dar ênfase nos estudos e na carreira profissional, devido a isso, as mulheres engravidam mais tarde e com isso vem um dilema relacionado a reprodução assistida. Recorrer ou não a essa técnica? Correr ou não o risco de uma gestação múltipla?

Com grande número de mulheres tentando a primeira gestação após os 30 ou até 40 anos, as terapias de fertilização aumentaram a incidência das gestações múltiplas. Em quase duas décadas, saltou de uma em 100 para uma em cinco, entre as mulheres submetidas a tratamentos de fertilidade. Essa nova situação trouxe também dilemas inéditos. A gestação múltipla com mais de três fetos, por exemplo, traz complicações inevitáveis tanto para mãe, quanto para os bebês. E a alegria com a notícia das crianças vem acompanhada pela agonia da decisão: ir com a gestação até o fim ou abortar um ou mais nenês na tentativa de preservar a mãe e as crianças remanescentes dos riscos de uma gravidez múltipla? Conflito.

by Mari Martins
Fonte de pesquisa: Revista SOGESP


Um comentário:

Glaukitos disse...

Tema bem atual hein...
infelizmente sou meio leigo pra comentar sobre isso...=/

Mas e ai,caprichou no almoço?

Bjão Mari, ótima noite, obrigado pela presença.
^^