segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Tarefa


Morder o fruto amargo e não cuspir

mas avisar aos outros quanto é amargo,

cumprir o trato injusto e não falhar

mas avisar aos outros quanto é injusto,

sofrer o esquema falso e não ceder

mas avisar aos outros quanto é falso;

dizer também que são coisas mutáveis...

E quando em muitos a noção pulsar

— do amargo e injusto e falso por mudar —

então confiar à gente exausta o plano

de um mundo novo e muito mais humano.


Poema by Geir Campos - www.releituras.com
Foto by Mari Martins

2 comentários:

Jucifer disse...

então confiar à gente exausta o plano

de um mundo novo e muito mais humano.


acho q isso é o desejo de muitos de nos um mun do mais humano!
o poema é bem complexo
curti bjim

Beth Muniz disse...

Oi querida Mari,
Nossa! Há muito tempo eu não lia nada de Geir Campos.
Agradeço-te por me fazer reler.
Que tarefa agradável.
Valeu!
Grande beijo.