segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Dor de cabeça



Você sente dor de cabeça com frequência? Sabe o motivo?
Muitas pessoas são incomodadas diariamente por essa grande vilã e não sabem identificar o tipo de dor, a intensidade e o período de duração da mesma. Muitos correm e tomam qualquer remédio e isso pode piorar a situação, pois há mais de cem tipos de cefaléia e dependendo do remédio que você tomar e se tomado com frequência, pode tornar o problema crônico.
A dor de cabeça afeta mais as mulheres e quando o assunto é enxaqueca, ela atinge 4 mulheres para 1 homem e se for cefaleia tensional, atinge 90% das mulheres para 70% dos homens. Vamos citar algumas características da enxaqueca e da cefaleia tensional para fazer uma pequena comparação.

Sintomas da enxaqueca:
  • A dor dura de 4 a 72 horas;
  • Quando ocupa mais de 15 dias por mês durante 3 meses, é considerada crônica;
  • Intensidade de moderada a forte;
  • Dor latejante com sensação de pressão em um dos lados da cabeça;
  • Algumas pessoas enxergam luzes ou sente dormência em metade do corpo ou do rosto antes da dor chegar;
  • Pode levar à intolerância a luminosidade, barulho, cheiros e provocar enjoo e vômito;
  • A enxaqueca pode atrapalhar muito o convívio social e profissional, levantar-se rapidamente ou apanhar um simples objeto caído no chão pode tornar-se uma tarefa árdua e muito difícil.
Sintomas da cefaleia tensional:
  • Pode durar alguns minutos ou até 7 dias;
  • Quando ocupa mais de 15 dias por mês, durante 180 dias ou mais, é considerada crônica;
  • Intensidade de leve a moderada;
  • A dor afeta os dois lados, a frente e o topo da cabeça, além da nuca, provocando sensação de peso ou aperto;
  • Pode provocar intolerância a luminosidade e ao barulho e pode causar náusea.
Se você sente dores de cabeça com frequência, o ideal é procurar um médico para que ele o ajude no diagnóstico e assim, iniciar o tratamento mais adequado. A dor de cabeça é vista como uma coisa comum do nosso dia a dia, é tratada como um problema corriqueiro, mas repito, é um problema que merece atenção. Fazendo a comparação entre os dois exemplos citados acima, tivemos a oportunidade de ver o quanto é difícil distinguir qual delas nos afeta, então, fique atento, observe e procure seu médico.

by Mari Martins
Imagem by Google
Fonte de pesquisa: JAMB



Nenhum comentário: