quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

A poesia de Arnaldo Antunes



Estamos sob o mesmo teto


estamos sob o mesmo teto
secreto
onde o sol indesejável é barrado
eu e você
sob o mesmo nós
dois, sóis
sob o mesmo pôr
(o enigma do amor)
do sol
onde todo contorno finda
estamos
sob a mesma pálpebra
agora
já e ainda
intactos de aurora.


Poema by Arnaldo Antunes
Foto by Mari Martins - Paraty/RJ



Nenhum comentário: