quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Coração Partido




Descrita pela primeira vez na década de 1990, no Japão, a síndrome do coração partido foi assim batizada por estar, na maioria da vezes, relacionada com a perda de um amor, seja por morte ou mesmo por rompimento traumático de uma relação.

Segundo estatísticas, mais de 80% dos casos diagnosticados surgiram em mulheres acima dos 60 anos e os sintomas detectados foram os mesmos de um ataque cardíaco. Os pacientes sentem pontadas no coração, há alterações no eletrocardiograma e o ventrículo esquerdo, uma das principais bombas do coração, fica quase paralisado. No entanto, tudo isso é causado pelas emoções e pelo luto da perda.

A Federação Mundial de Cardologia (World Heart Federation), considera sentimentos como a melancolia, a apatia, a irritação, o desespero e a depressão, como sentimentos de alto risco para o coração. A instituição constatou que 45% dos infartos têm quadros depressivos em seu histórico. Por isso é que cultivar bons pensamentos, ser paciente, ser bem humorado, ter boa auto-estima, ser tolerante, são atitudes extremamente importantes para se alcançar a longevidade e ter uma vida mais saudável. Além disso tudo, acarinhar-se, fazer coisas que gosta e lhe dão prazer, conversar e sair com os amigos, ter um animalzinho e ter mais contato com a natureza, praticar alguma atividade física, dormir bem e alimentar-se bem.

Já dizia o poeta: - "Tudo é uma questão de manter, a mente quieta, a espinha ereta e o coração tranquilo".

Faça exames periódicos, cuide-se!

by Mari Martins
Imagem by Google



Nenhum comentário: