sexta-feira, 16 de julho de 2010

Poemas


 

Os poemas são pássaros que chegam
não se sabe de onde e pousam
no livro que lês.
Quando fechas o livro, eles alçam vôo
como de um alçapão.
Eles não têm pouso
nem porto;
alimentam-se um instante em cada
par de mãos e partem.
E olhas, então, essas tuas mãos vazias,
no maravilhado espanto de saberes
que o alimento deles já estava em ti...

Poema by Mário Quintana
Foto by Mari Martins

3 comentários:

Principe Encantado disse...

O nome Mário Quintana já diz tudo por si só, parabéns pela escolha.
Abraços forte

Marianne disse...

Meu amigo de bolso, Mário Quintana. Meu poeta preferido! *-*

Bela Foto Mari!

Abraços.

Cecília disse...

Mari,seu blog esta lindo!Leve,alegre e repaginado.Uau!arrasou.Quanto ao poema,de Mário Quintana,sem palavras,porque ele já diz tudo.
Bjos