quinta-feira, 22 de julho de 2010

Os Perfumes da Terra


Já falei do perfume do jasmim? Já falei do cheiro do mar. A terra é perfumada. E eu me perfumo para intensificar o que sou. Por isso não posso usar perfumes que me contrariem. Perfumar-se é uma sabedoria instintiva. E como toda arte, exige algum conhecimento de si própria. Uso um perfume cujo nome não digo: é meu, sou eu. Duas amigas já me perguntaram o nome, eu disse, elas compraram. E deram-me de volta: simplesmente não eram elas. Não digo o nome também por segredo. É bom perfumar-se em segredo.

Texto by Clarice Lispector
Foto by Mari Martins

2 comentários:

Jackie Freitas disse...

Mari, minha querida!
Clarice dispensa comentários, não é? Acho que 100 em cada 100 a amam. Ótima escolha! Um ótimo dia e parabéns pelo visual novo! Ficou muito bacana. Eu mesma quase coloquei esse template no meu blog, mas depois achei que não tinha a ver com o meu tema. Mas para você ficou perfeito!
Grande beijo,
Jackie

Beth Muniz disse...

Oi Mari,
É um doce perfume esse texto.
Clarice Lispector...enigmática e maravilhosa.
Um abraço.