quarta-feira, 30 de março de 2011

Tuberculose, fique de olho!



Tuberculose

A Tuberculose é um problema de saúde prioritário no Brasil e o agravo atinge a todos os grupos etários, com maior predominância nos indivíduos economicamente ativos (15-54 anos) e do sexo masculino.

Doença infecciosa derivada do M. tuberculosis, também conhecido como bacilo de Koch (BK). O complexo M. tuberculosis é constituído de várias espécies: M. tuberculosis, M. bovis, M. africanum e M. microti. Mycobacteruim tuberculosis. O principal reservatório é o homem e em algumas regiões o gado bovino doente. Em raras ocasiões, os primatas, aves e outros mamíferos.

A Tuberculose é transmitida de pessoa a pessoa, principalmente, através do ar. A fala, o espirro e, principalmente, a tosse de um doente de Tuberculose pulmonar bacilífera lança no ar gotículas, de tamanhos variados, contendo no seu interior o bacilo. O período de incubação, após a infecção pelo M. tuberculosis, transcorre, em média, 4 a 12 semanas para a detecção das lesões primárias. A maioria dos novos casos de doença pulmonar ocorre em torno de 12 meses após a infecção inicial. O período de transmissão se dá enquanto o doente estiver eliminando bacilos e não houver iniciado o tratamento. Ela apresenta complicações do tipo: Distúrbio ventilatório obstrutivo e/ou restritivo, infecções respiratórias de repetição, formação de bronquiectasias, hemoptise, atelectasias, empiemas.

Para o diagnóstico, são usados os seguintes métodos: Clínico, baseado nos sintomas e história epidemiológica e laboratorial, baseado em exames bacteriológicos.

Os pacientes com Tuberculose apresentam comprometimento do estado geral, febre baixa vespertina, sudorese noturna, inapetência, emagrecimento e tosse com catarro por mais de 3 semanas. Esses são os sintomas mais comuns, caso os perceba, procure um médico imediatamente.

Obs: O tratamento da Tuberculose deve ser feito em regime ambulatorial, supervisionado, no serviço de saúde mais próximo à residência do doente. É muito importante que o tratamento seja rigorosamente seguido "sem abandono" pelo tempo estipulado e com as drogas usadas no esquema padronizado.

by Mari Martins
Fonte de pesquisa: Doenças Infecciosas e Parasitárias - Guia de Bolso - 8ª edição revista
Imagem by Google

Nenhum comentário: