sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Perigo na Rede


Segundo um estudo realizado em setembro de 2010, pela agência de segurança da informação McAfee, encomendada à empresa de pesquisas de mercado TNS, a maioria dos jovens publica informações pessoais na internet.
  • 83% dos jovens brasileiros, entre 13 e 17 anos, utiliza a internet para publicar informação pessoais;
  • 8 em cada 10 adolescentes acessam frequentemente seus perfis em redes sociais;
  • 46% incluem informações referentes à sua localização geográfica;
  • 79% dos entrevistados disseram que sabem se proteger das ameças virtuais.
Essa pesquisa mostra como os jovens brasileiros se colocam em situação de risco na internet, pois as ameaças podem ser reais e não apenas virtuais. Deveriam estabelecer critérios para elaboração desse perfil nas redes sociais, inclusive para segurança do usuário. Você expor no seu perfil que é de tal país, de tal estado é uma coisa, mas informar cidade, bairro e ainda colocar sua localização no mapa, aí já acho demais. Tem gente que divulga seu perfil completo. Talvez falte bom senso com relação a essa questão.

by Mari Martins
Imagem by Google


3 comentários:

Ademar disse...

Eles tem ido além, utilizando a cam tem se desnudado na rede, sendo muitas vezes gravados e estas gravações indo parar na rede para acesso de todos.
É preciso implementar politicas sérias para evitar que tais abusos ocorram.

Jackie Freitas disse...

Oi Mari querida!
Eu fico assustada quando vejo a quantidade de informações e a super exposição de muitas pessoas na internet. Os riscos estão por todos os lados e não são poucas as notícias sobre os crimes que têm sua origem em informações obtidas através de redes sociais. Acho que o melhor seria mesmo o rigoroso acompanhamento dos pais e, dependendo do caso, total limitação quanto ao uso da internet.
Grande beijo,
Jackie

Melhor da Internet disse...

A Internet é maravilhosa, mas é preciso tomar mais cuidado, pois tem sido usada por muitas pessoas com más intenções, que viram na rede a oportunidade perfeita para pratica de delitos sem serem percebidos. Bom artigo, abraços!