terça-feira, 4 de maio de 2010

O poder do Yoga...

A palavra yoga tem diversos resultados e provém da raiz sânscrita yuj, que significa atrelar, prender, juntar, controlar ou unir. Algumas das traduções também incluem os significados de união, conjunção e meios.

Há dezenas de linhas diferentes de Yoga no mundo que propõem não necessariamente caminhos contraditórios, mas sim diversas opções para alcançar os mesmos objetivos. As escolas mais antigas utilizam-se de métodos estritamente técnicos e as mais modernas tendem mais ao espiritualismo.
Algumas linhas de Ioga são: Ashtanga Vinyasa Yoga, Bhakti Yoga, Hatha Yoga, Iyengar Yoga, Jñana Yoga, Karma Yoga, Kriya Yoga, Raja Yoga, Raja Vidya Yoga, Siddha Yoga, Swásthya Yoga, Kundalini Yoga, Prakriti Yoga, entre outras.
Na Índia, país de origem da Ioga, os mestres Krishnamacharya, Swami Sivananda, Gurudeva, Swami Vivekananda e Sri Aurobindo são algumas das principais referências.
Conforme o Ioga Sutra, o mais importante texto hindu, “Ioga é o recolhimento das atividades da mente”.
Sobre os aspectos da atividade, o texto hindu Upanixades cita que “Não conhece doença, velhice nem sofrimento aquele que forja seu corpo no fogo do Ioga. Atividade, saúde, libertação dos condicionamentos, circunspecção, eloquência, cheiro agradável e pouca secreção, são os sinais pelos quais o Ioga manifesta seu poder”.

Nenhum comentário: