segunda-feira, 24 de maio de 2010

Diminuindo a ansiedade...

Você sofre com sintomas de ansiedade? Acho que não existe um ser humano na face da terra que não tenha esse problema, por qualquer motivo, uma prova que você vai fazer, uma entrevista de emprego, um encontro, um problema de saúde e lá está ela, alterando nossos batimentos cardíacos, provocando sintomas desagradáveis como tremor, suor, boca seca, etc. Da mesma forma que existem alimentos que ajudam a diminuir os sintomas da ansiedade, que inclusive já compartilhei num post da semana passada aqui no Atemporal, há os que devem ser evitados como, os que contém cafeína, açúcar, álcool, suplementos alimentares, laticínios e carnes vermelhas, veja por que:

Cafeína (Café, Chá preto, Refrigerante à base de Cola, etc.) - A cefeína deflagra a ansiedade e até sintomas do pânico porque excita diretamente vários mecanismos de estimulação do corpo. Eleva o nível de noradrenalina do cérebro, um neurotransmissor que aumenta a vivacidade. Além disso, a cafeína estimula a descarga de hormônios do estresse, principalmente o cortisol, a partir da estimulação das glândulas supra-renais, intensificando ainda mais os sintomas de nervosismo e agitação. A cafeína ainda exaure as reservas de vitaminas do complexo B e de minerais como potássio e o cálcio. A deficiência desses nutrientes aumenta a ansiedade, as oscilações de humor e a fadiga. Quem sofre com sintomas de ansiedade deve reduzir o consumo de café a uma xícara diária e evitar os refrigerantes à base de Cola e chás que contenham cafeína.

Açúcar - Com o predomínio do açúcar simples (refinado) em muitos alimentos, nossa sociedade acaba por produzir milhares de viciados em açúcar em todas as faixas etárias. A excessiva ingestão de açúcar pode ser um importante fator no surgimento de sintomas de ansiedade.

Álcool - O álcool é também um açúcar simples, por isso é rapidamente absorvido pelo organismo. Tal como os açúcares, o álcool aumenta os sintomas de hipoglicemia, e o seu uso excessivo pode aumentar a ansiedade e as oscilações de humor. O sistema nervoso é particularmentesuscetível aos efeitos deletérios do álcool, uma vez que esse atravessa facilmente a barreira de irrigação sanguinea do cérebro e destrói as células cerebrais. Em função disso, o álcool pode causar profundas mudanças comportamentais quando consumido em excesso.

Suplementos alimentares - Milhares de suplementos químicos são usados na fabricação comercial de alimentos como: Aspartame, Glutamato Monossódico, Nitratos e Nitritos e eles podem produzir sintomas alérgicos e de ansiedade em pessoas com maior sensibilidade.

Laticínios e carnes vermelhas - Devem fazer parte da dieta de forma moderada, uma vez que ambos os tipos alimentares são de difícil digestão para o organismo. Por essa razão podem agravar a depressão e a fadiga que coexistem em muitas pessoascom sintomas de ansiedade.

Fonte: Mentes com Medo - Autor: Ana Beatriz B. Silva - Editora: Integrare - 2006 - 9ª edição

Nenhum comentário: