quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Depressão por abuso sexual



Psicoterapia Interpessoal para tratamento de mulheres com depressão que sofreram abuso sexual


O abuso sexual infantil (ASI) aumenta o risco de depressão nos adultos, de depressão crônica, transtorno do estresse pós-traumático (TEPT) e de transtorno de personalidade borderline.
As mulheres atendidas nos centros de saúde mental comunitários apresentam taxas elevadas de inferioridade social, ASI, depressão e de dificuldades interpessoais, que incluem o sofrimento devido à violência cometida pelo parceiro íntimo. Em experimento controlado e aleatorizado, os pesquisadores examinaram a eficácia da psicoterapia interpessoal (PIP), comparada a da terapia usual (uma mistura de abordagens não interpessoais), em 70 mulheres com depressão (depressão crônica: 73%); a população investigada pelo estudo apresentou incidências elevadas de histórico de ASI moderado e grave (96%), de TEPT (66%) e de transtorno de personalidade borderline (37%).
Na 36ª semana tinham sido prescritos antidepressivos para 72% das participantes avaliadas mais frequentemente no grupo da PIP (87%) do que no grupo-controle (52%). As mulheres que foram aleatorizadas para PIP receberam o dobro das sessões realizadas com as participantes do grupo-controle (média 12,9 versus 6,3) e mostraram maior propensão a comparecerem às 16 sessões (46% versus 6%). O grupo da PIP demonstrou melhora significativamente maior nos escores de depressão, sintomas do TEPT, vergona e função familiar, apesar de o nível médio dos sintomas na Escala de Classificação de Hamilton para a Depressão ainda ter sido alto na 36ª semana (16,1). Em termos gerais, os desfechos foram piores nas mulheres pobres ou negras ou que tinham TEPT ou transtorno de personalidade borderline.

by Mari Martins
Fonte: Journal Watch Medicine That Matters - 2º Trimestre 2011
Imagem by Google




Nenhum comentário: