terça-feira, 13 de setembro de 2011

Comportamento Sexual



Comportamento sexual em adolescentes e adultos jovens: Pergunte, mas eles talvez não contem

Dez por cento dos adultos jovens com doença sexualmente transmissível confirmada relataram abstenção de relações sexuais nos 12 meses anteriores.

A obtenção da história completa do paciente é uma pedra angular na Medicina Clínica, mas nem todos os adolescentes se sentem à vontade para fornecer informações fidedignas sobre atividade sexual ou uso de drogas. O investigadores avaliaram a acurácia do autorrelato sobre comportamento sexual em uma amostra nacionalmente representativa de aproximadamente 14 mil adultos jovens (idade média: 22 anos), que se submeteram a teste de urina para pesquisa de Chlamydia trachomatis vaginalis e que entrevistaram a si mesmos em audio, com o auxílio de um computador, em casa, sobre comportamento sexual.

Em seis por cento dos participantes o resultado do teste foi positivo para pelo menos uma doença sexualmente transmissível (DST); 89,5% desses participantes infectados relataram realizar sexo peniano/vaginal e 10,5% mencionaram abstinência sexual nos 12 meses anteriores. Seis por cento daqueles que se descreveram como abstinentes sexuais relataram nunca ter realizado sexo peniano/vaginal. A avaliação da idade, do sexo, do nível educacional e da raça/etnicidade não identificou grupos mais propensos a apresetarem discrepâncias entre o autorrelato e os resultados dos testes.

by Mari Martins
Fonte de pesquisa: Journal Watch Medicine That Matters - Segundo Trimestre 2011
Imagem by Google

Um comentário:

João Muniz disse...

Olá gostei muito do seu blog muito interessante, se for possivel passe em nosso site http://www.comprafacilshop.com.br e deixe um feedback sua opinião seria muito válida para nós.
Desde já grato
João Muniz