quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Longevidade, o grande desafio




Pesquisas indicam que o aumento do número de idosos poderá superar o das crianças em 2020 e essa é a maior preocupação e desafio para a saúde pública em nosso país nesse momento. Como garantir um envelhecimento saudável para a sociedade? Creio que a resposta esteja no investimento em prevenção e no treinamento de profissionais de saúde e conscientização do público.
Todos sabemos que há centenas de tratamentos, remédios e que o hoje o investimento em pesquisas para retardar o envelhecimento é grande, mas não adianta manter o corpo em forma, saudável e não conseguir manter o cérebro saudável e com bom funcionamento. Esse é o grande desafio!
Ainda falando em longevidade, mas entrando numa outra vertente, envelhecer saudavelmente é fácil, mas como será envelhecer com alguma doença crônica ou incurável? 
Eu estava lendo uma pequena matéria sobre a Aids no Jornal do Cremesp e achei muito interessante uma colocação do Sr. Caio Rosenthal (Infectologista e Conselheiro do Cremesp), onde ele cita que a Aids foi descoberta há 30 anos e ainda não tem cura, mas que com os investimentos em pesquisa e com a evolução do tratamento, os soropositivos estão envelhecendo, pois no início da descoberta da doença, essa possibilidade era nula e agora a sobrevida é longa, porém, quais são os efeitos dos antirretrovirais sobre o envelhecimento dos soropositivos? Um paciente soropositivo com 55 anos, sente-se com 80 anos, enquanto o idoso de 80 anos vive como alguém de 55 anos. Essa é realmente uma questão para se pensar e discutir muito, pois longevidade requer "qualidade de vida".

by Mari Martins
Imagem by Google


Um comentário:

Heg disse...

Olá parabém muito bom o conteud do seu blog ,jaassinei .

bjs , Heg
http://cantobeleza.blogspot.com/