terça-feira, 9 de agosto de 2011

Amamentação e Sexualidade



Encerro hoje as postagens sobre "Amamentação e Sexualidade". Espero que ao falar sobre esse tema, tenha contribuido para sanar dúvidas, pois dificilmente se aborda a questão da amamentação, relacionando-a com sexualidade, então, fico contente por contribuir de alguma forma para tranquilizar as mulheres em fase de lactação.

Amamentação e Sexualidade da Mulher Puérpera

A ocitocina liberada durante o ato de amamentar provoca prazer. Algumas mulheres referem "sensação de orgasmo" durante a lactação, levando-as ao sentimento de culpa, principalmente quando o bebê é do sexo masculino, pois imaginam estar praticando incesto. Essa vivência é muito forte para elas, o que pode levar ao abandono do aleitamento. Cabe ao profissional da equipe de saúde, principalmente o obstetra, demonstrar para a mãe o quanto é natural sentir prazer durante a amamentação.
Master e Johnson realizaram uma pesquisa com um grupo de 111 puérperas, das quais 40% amamentaram. Chegaram à conclusão de que o erotismo feminino no pós-parto não tem relação com a paridade e a idade materna; relaciona-se diretamente à amamentação. As mulheres lactantes retomaram o interesse sexual mais rapidamente que as demais dessa pesquisa.
A mulher que se sente amada e apoiada pelo parceiro tende ao sucesso durante o aleitamento materno. Mais ainda: se ela permitir que o parceiro acaricie suas mamas e estimule oral e manualmente a glândula mamária, isso fará a prevenção dos mamilos doloridos e a tornará mais receptiva para o bebê.
Existem fatores que podem levar à diminuição do desejo sexual no pós-parto: cansaço pela sobrecarga de tarefas, ansiedade, estresse, além de tabus por achar que o sexo nessa fase a prejudica e ao bebê. Os períodos prolongados de abstinência sexual, por vezes impostos pelo obstetra que não individualiza cada caso, também influenciam negativamente a prática sexual da puérpera. Em geral, a mulher pode retomar sua atividade sexual 30 dias após o parto.

by Mari Martins
Fonte de pesquisa: Manual de Aleitamento Materno 2010 - FEBRASGO
Imagem by Google


Nenhum comentário: