terça-feira, 5 de julho de 2011

Se correr o bicho pega, se ficar...



Estamos encurralados!
Somos vítimas do concreto, da poluição, da violência, do excesso de carros, do trânsito caótico. Somos vítimas da pressa, da irritação, do stress, da falta de respeito, da falta de bom senso. Somos vítimas do excesso e da falta de prudência, somos reféns do caos e da falta de tolerância, somos reféns da falta de infraestrutura, da urbanização sem planejamento, do asfalto...

Quem vive em São Paulo sabe do que eu estou falando. Sabe que não é fácil levantar ao amanhecer para iniciar as atividades e não é fácil encerrá-las e adormecer. É preciso ter forças e coragem, principalmente para circular pela cidade...
Fico pensando se certas medidas tomadas pelo Governo, pelo DERSA, pelo CET, sei lá mais por quem, são realmente as melhores a serem tomadas. São Paulo está intransitável pelo excesso de carros e pelas medidas tomadas reduzindo a velocidade nos corredores. Na minha opinião, isso está gerando desconforto e falta de segurança. Ao contrário do que pensávamos, os índices de assidentes no trânsito aumentaram, ficamos mais tempo parados nos congestionamentos, estamos a mercê dos ladrões, que agora se aproveitam dos carros parados por mais tempo, para estourar os vidros do carro e assaltar. Será que transitar numa cidade como São Paulo, a maior do país, a 60 KM/h é realmente o mais indicado? Foram construídas avenidas gigantescas com 3, 4, 5 faixas para ficarmos desfilando lentamente e pedindo para sermos assaltados. Sem falar no número de radares instalados, esse dinheiro das multas vai para onde? O asfalto da cidade está um buraco só.

Não sei exatamente o que vai acontecer, mas temos que pensar nisso e mostrar nosso descontentamento. O investimento em transporte público é ridículo, compare o tamanho da linha do metrô da cidade México com a linha de São Paulo, veja quando os dois começaram a ser construídos e quanto foi investido e quantos quilômetros tem a linha mexicana e a linha de São Paulo. É clara, é trasnparente a falta de investimento no transporte público da cidade de São Paulo.

Só para terminar esse resmungo, que será apenas "mais um" em centenas de resmungos, as principais vítimas dos assaltos aos carros parados nos congestionamentos, são "MULHERES" - meninas, cuidem-se!

O Brasil tem uma das maiores cargas tributárias do mundo! Isso é justo?

Texto e Foto by Mari Martins




Nenhum comentário: