sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Uso de medicamentos durante a gestação



USO DE MEDICAMENTOS DURANTE A GESTAÇÃO

Os medicamentos, durante a gestação, devem ser usados sob prescrição médica e com muita cautela. As mulheres que costumam usar analgésicos, antitérmicos, antialérgicos, etc... ficam perdidas quando engravidam e, nem sempre, tem um médico naquele momento que possa sanar a dúvida sobre medicações. A princípio, nenhum remédio pode ser usado sem a indicação médica. Alguns medicamentos têm efeitos teratogênicos, ou seja, podem causar malformações no feto. Existem alguns medicamentos que são mais estudados e, portanto, mais seguros, mesmo para gestantes e lactantes. O paracetamol é o analgésico e antitérmico mais seguro, quando a grávida apresenta febre ou dores de cabeça. Pode ser usado com cautela, na dose prescrita pelo médico. Como as gestantes também têm muitas cólicas, podem abrir mão do buscopan simples ou plus, este último contendo paracetamol. Se a cólica vier acompanhada de sangramento vaginal a orientação é procurar imediatamente a maternidade. Náuseas e vômitos também são comuns no primeiro trimestre. Para amenizar esses sintomas temos confiança na bromoprida, na meclizina, no dimenidrato e até mesmo na metoclorpramida. Antibióticos também jamais devem ser tomados sem indicação médica. Para as gestantes com infecções urinárias são seguros: ampicilinas, amoxacilinas, cefalexinas, nitrofurantoínas, fosfamicinas. As penicilinas são seguras, embora não indicadas para as infeções urinárias. Antiinflamatórios, para as não alérgicas e sem suspeitas de dengue, o ácido acetilsalicílico é uma opção. Não deve ser usado por mais de 5 dias pelos riscos gastrointestinais. Acúmulo de gases e prisão de ventre devem ser melhorados com dieta adequada, rica em fibras e boa hidratação oral. Se necessário, a dimeticona é segura e eficaz. Para as epigastralgias (azias) podemos indicar o hidróxido de alumínio. Antialérgicos geralmente podem ser usados, mas, assim como os demais, sob prescrição médica. Cremes e pomadas também podem conter substâncias teratogênicas e devem ser consultados. Mesmo os hidratantes e filtros solares devem ser indicados pelos médicos. Algumas medicações são avaliadas do ponto de vista risco-benefício e podem ser usadas pelo médico, mesmo que a princípio, não sejam indicadas para gestantes.´


Coluna Saúde da Mulher - assinada pela Dra. Elaine K. Vasconcelos - Ginecologista, Obstetra e Mastologista - CRM: 101324.
Imagem by Mari Martins






Nenhum comentário: