segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Sintomas, diagnóstico e tratamento do Câncer de Ovário




CÂNCER DE OVÁRIO

Os sintomas do câncer ovariano são inespecíficos. As pacientes referem queixas vagas como cólicas abdominais, plenitude e uma sensação de aumento da circunferência abdominal. A história familiar de câncer de ovário deve ser investigada. Existem alguns fatores de proteção contra o câncer ovariano. Ter filhos e amamentá-los reduz as chances de se ter câncer nos ovários. Os anticoncepcionais orais também reduzem o perigo de câncer ovariano, assim como a retirada do útero e a laqueadura tubárea. O diagnóstico do câncer ovariano é feito por exames físico e complementares. Ao exame físico pode-se notar aumento do volume abdominal e confirmação de uma massa pélvica ao toque vaginal. O ultrassom transvaginal pode mostrar um tumor irregular e heterogêneo. O Ca 125 dosado no sangue é mais importante para monitoração após quimioterapia do que para diagnóstico uma vez que muitas outras condições ginecológicas podem elevar os níveis séricos do Ca 125, como a doença inflamatória pélvica, a endometriose, a gestação e os cistos ovarianos hemorrágicos. O tratamento é cirúrgico e quimioterápico. As pacientes têm maiores taxas de sobrevida em 5 anos quando o tumor é completamente removido. As pacientes consideradas como apresentando ressecção cirúrgica ótima são aquelas nas quais o maior diâmetro de tumor residual é menor do que 1cm. Estádios menores têm evolução melhor. As pacientes mais jovens têm melhores taxas de sobrevida que as pacientes mais velhas. Entre os vários tipos de tumores (carcinomas), apenas o carcinoma de células claras está associado com um mau prognóstico.
 
 
Coluna Saúde da Mulher - assinada pela Dra. Elaine K. Vasconcelos - Ginecologista, Obstetra e Mastologista - CRM: 101324.
Imagem by Mari Martins
 
 
 

Nenhum comentário: