quarta-feira, 4 de maio de 2011

O Stress custa caro!


Segundo pesquisa da Isma-BR (International Managment Association), o Stress custa R$ 33 bi à economia brasileira. Sem cultura de prevenir o mal, o país perde o equivalente a 3,5% do PIB a cada ano. Esse montante diz respeito a tratamentos com a doença e perdas de produtividade.

  • Só 5% das empresas brasileiras têm programas de prevenção;
  • Nos EUA, 35% das empresas têm programas para prevenir o stress do funcionário e isso reduziu em até 34% o número de consultas médicas;
  • Executivos brasileiros ficam de 60 a 65 horas por semana disponíveis para a empresa e não cuidam da saúde;
  • 50% dos executivos brasileiros apresenta alto nível de colesterol e 20% deles são hipertensos;
Gastos com tratamento e prevenção do stress atingem US$ 300 bi (R$ 633 bilhões) por ano nos EUA. Eles já aprenderam que é MELHOR PREVENIR DO QUE REMEDIAR, e o Brasil, quando vai aprender?

by Mari Martins
Imagem by Google

Um comentário:

Pensador Louco disse...

Ah, mas o Brasil é o país do estresse. Se fosse feito realmente algo para deter esse mal, há quem diria que os órgãos competentes estariam sujeitos a estresse por tentar aliviar os dos outros.

Abração. :)