quarta-feira, 4 de maio de 2011

Mistério: Céu



Não me lembro quando estive em Caxambu, acompanhando meu pai. E uma niote, com uma amiga, mas dessas que não enchem o ar com palavras, fomos para um descampado. E lá, meio inclinada para trás, olhei para o céu. O céu no campo é de um azul marinho profundo e vêem-se como cristais milhares de estrelas. Olhando para o céu fiquei tonta de mim mesma.
Como?! Como o ser humano é genial. Como é que foram inventar o planetário?
No dia 25 de julho de 1971 fui ver o céu no planetário. Era domingo. E nesse dia iam mostrar Júpiter em particular. O céu é coisa de louco ou de gênio. Fiquei muito contente de ver o Sol. E era dia do signo Sagitário, que é meu. Júpiter é o mais poderoso de todos os planetas. Tem uma série de satélites.
Depois de 15 de agosto vou ver o planeta Marte. Será que algum planeta, além da Terra, é habitado? Somos uns privilegiados. Sobra tanta matéria-prima aqui conosco que até animais temos, animais puros como o tigre e um animal horrível cujo nome não quero escrever.
Juro que nós devíamos ser mais unidos: porque o Universo é tão grande que ultrapassa qualquer linha de horizonte. Se nós não nos amarmos estamos perdidos. É melhor nós nos encontrarmos em Deus.

by Clarice Lispector - do livro Aprendendo a Viver
Foto by Mari Martins

Nenhum comentário: