quarta-feira, 5 de junho de 2013

Drogas ilícitas na gestação




DROGAS ILÍCITAS NA GESTAÇÃO


As drogas ilícitas mais utilizadas pelas gestantes são: tabaco, álcool, maconha e cocaína. Estudo publicado em 1990 mostrou que 51% das mulheres, em idade reprodutiva, já tinham feito uso de álcool, 29% de tabaco, 7% de maconha e 1% de cocaína (em 60 milhões de mulheres). Álcool: o etanol atravessa a barreira placentária e pode causar efeitos teratogênicos no feto. A abstinência pode provocar, na mãe, taquicardia, hipertensão, arritmia, tremores e até falência cardíaca. As gestantes alcoólatras têm, ainda, 38% a mais de chances de ter problemas psiquiátricos. Cocaína: estima-se que até 10% das mulheres norte-americanas já tenham usado a cocaína durante a gravidez, tendo ocorrido parto pré-termo ou descolamento prematuro da placenta na maioria delas. A cocaína causa hipertensão, taquicardia e arritmia e também atravessa a barreira placentária, provocando vasoconstrição no feto, além de malformações nos sistemas genitourinário, cardiovascular e nervoso central. Pode ocorrer, ainda, insuficiência útero-placentária, falta de oxigênio e acidose no feto. Maconha: é a droga ilícita mais utilizada durante a gestação, com incidência de 10 a 30%. Tem efeitos alucinógenos e também atravessa a barreira placentária. Ela diminui a perfusão útero-placentária, assim como a cocaína, prejudicando o crescimento fetal. Pode, ainda, segundo alguns estudos, provocar distúrbios neuro-comportamentais precoces nos filhos das gestantes dependentes. Os efeitos deletérios do tabaco, na gestação, já foram discutidos em textos anteriores, nesta página do blog. Filhos de dependentes químicos têm risco aumentado de desenvolver dependência e transtorno psiquiátrico, assim como os filhos de alcoólatras têm chances 4 vezes maiores de desenvolver alcoolismo.

Texto baseado em estudos dos médicos do HC FMUSP: Dr. Eduardo T. Yamaguchi; Dra. Mônica M. S. C. Cardoso; Dr. Marcelo L..A. Torres e Dr. Arthur G. de Andrade. 


Coluna Saúde da Mulher - assinada pela Dra. Elaine K. Vasconcelos - Ginecologista, Obstetra e Mastologista - CRM: 101324. 




Nenhum comentário: