terça-feira, 9 de abril de 2013

Gestação Múltipla






GESTAÇÃO MÚLTIPLA


É a gestação de dois (gêmeos) ou mais fetos. Tem maior incidência em negras, multíparas (mulheres que já tiveram outras gestações), mulheres que fizeram tratamento para engravidar, presença de fatores hereditários. Quando dois ou mais óvulos são fecundados por espermatozóides, chamamos de bivitelínicos ou dizigóticos (não são idênticos). Quando só um óvulo é fecundado por um único espermatozóide, chamamos de univitelínicos ou monozigóticos (esse ovo vai se dividir para formar os fetos). Se essa divisão ocorrer até 72h após a fecundação, o ovo vai dar origem a dois fetos em duas placentas e com dois sacos amnióticos. Se a divisão ocorrer entre o 4º e o 8º dia após a fecundação, dará origem a dois fetos com uma placenta para ambos, mas com dois sacos amnióticos. Caso a divisão ocorra após o 8º dia, teremos dois fetos com uma só placenta e um único saco amniótico (idênticos). Se ocorrer após o 13º dia, teremos fetos unidos. Na gestação monozigótica pode haver duas placentas iguais (dicoriônica) com dois sacos amnióticos (diamniótica) ou uma placenta (monocoriônica) com dois sacos gestacionais (diamniótica) ou uma placenta (monocoriônica) com um saco amniótico (monoamniótica). Para duas placentas haverá dois sacos amnióticos (dicoriônica/diamniótica). É uma gravidez de alto risco, com maior incidência de complicações como hipertensão, anemia, diabetes, malformações fetais, polidrâmnio (excesso de líquido amniótico), hemorragia pré-parto, prematuridade, ruptura precoce das membranas amnióticas. O risco de aborto espontâneo nas gestações múltiplas é maior, além disso, 50% das gestantes têm parto prematuro (antes de 37 semanas) e 25% têm aumento da pressão arterial durante a gestação. O risco para pré-eclâmpsia também é cerca de 7% maior se comparamos às gestações únicas. Pode acontecer aborto de um único feto que o organismo materno absorve no decorrer da gestação sem causar danos ao feto vivo. O parto pode ser normal ou cesariana, a indicação é obstétrica.



Coluna Saúde da Mulher - assinada pela Dra. Elaine K. Vasconcelos - Ginecologista, Obstetra e Mastologista - CRM: 101324. 
Imagem by Mari Martins




Nenhum comentário: