segunda-feira, 29 de abril de 2013

Dias limpos




Vai
Ergue teus ombros
Ouve a música ao longe?
Ela canta
Dias claros
Dias lindos
Dias limpos
Dias que ainda não são
Mas todo crepúsculo é
Pai de uma aurora

Não guardes teu sorriso
Não guardes teu abraço
Deseja tua festa de amanhã
Dança
A vida é valsa, pede o passo
E sem esperança a música acaba

Toma minha mão
Anda comigo
Lá fora o sol nasce
Explodindo em mil sons.


Poema by Dênis Eduardo Bertini Bó
Foto by Mari Martins



Nenhum comentário: