sexta-feira, 20 de junho de 2014

Clima e economia



Não é pela sustentabilidade... mas, sim, pelo fato de o desequilíbrio do meio ambiente estar atingindo suas metas comerciais, que grandes empresas multinacionais começaram a se preocupar seriamente com a evolução do aquecimento global no planeta. A Coca-Cola, por exemplo, está sendo afetada por problemas na produção de cana de açúcar e beterraba açucareira. A Nike fechou, temporariamente, em 2008, quatro de suas fábricas na Tailândia devido a inundações, e as secas prejudicam o fornecimento de algodão. As empresas estão fazendo pressão para a adoção de políticas ambientais pelos respectivos governos. Será que, assim, vai?


Fonte: Revista Ser Médico nº 67



Nenhum comentário: