quinta-feira, 29 de maio de 2014

Características da Síndrome Alcoólica Fetal - SAF




A SAF completa apresenta uma tríade básica de alterações: um padrão típico de dismorfias faciais (fissura palpebral pequena, ptose palpebral, hemiface achatada, nariz antevertido, filtro nasal liso, lábio superior fino), que se associa à restrição de crescimento pré e/ou pós-natal e evidências de alterações estruturais e/ou funcionais do SNC (microcefalia, agenesia do corpo caloso e hipoplasia cerebelar, além de outros sinais neurológicos como dificuldades motoras finas, perda da audição sensoneural, incoordenação da deambulação e dificuldade da coordenação olho/mão) e retardo mental. Existe, ainda, a possibilidade de defeitos congênitos cardíacos, deformidades do esqueleto e dos membros, anomalias anatômicas renais, alterações oftalmológicas, perda da audição e fenda labial ou do palato. É preciso salientar que para o caso de SAF completa há dez casos de síndromes parcial ou incompleta, conhecida como espectro dos efeitos do álcool no feto (FASD na sigla em inglês).


Imagem by Google
Fonte: Revista Sogesp



Nenhum comentário: