quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Lesão por esforço repetitivo





LESÃO POR ESFORÇO REPETITIVO


A famosa LER é uma síndrome resultante do esforço repetitivo de algum músculo ou grupo muscular. Ocorre uma sobrecarga em cima desse músculo causando dor, sem nenhuma lesão aparente ou trauma. Geralmente esses movimentos que causam a patologia acontecem no trabalho, mas podem ocorrer com atividades cotidianas também. Os sintomas principais são: dor, formigamento e sensação de peso, além da fadiga muscular. Mais comumente ocorre nos membros superiores e inferiores. As lesões mais conhecidas são: síndrome do túnel do carpo, tendinite de Quervain, dedo em gatilho e cotovelo de tenista. O diagnóstico é baseado na história do paciente e nos sintomas. As principais causas são o posto de trabalho inadequado e o ambiente de trabalho desconfortável. A síndrome do túnel do carpo ocorre por excesso de digitações e outras atividades como preparo de massas de pães. A tendinite de Quervain se dá pela excessiva rotação dos punhos. O dedo em gatilho pode ser desencadeado por muito tempo segurando um controle de vídeo game, por exemplo. Cotovelo de tenista se observa em quem carrega objetos grandes e pesados. O tratamento consiste em eliminação das causas e uso de fármacos como os anti-inflamatórios. A patologia acomete homens e mulheres, pode durar muitos meses e até afastar a pessoa do trabalho. Portanto, as pessoas devem ficar atentas para os movimentos ou situações que causem dor ou desconforto, fazer rotatividade das tarefas, procurar não ultrapassar 6h de trabalho e adotar as posturas corretas. Para isso, existe um profissional muito importante que é o médico do trabalho, este dará as orientações para se evitar a LER. 
Fonte: revista Gestão e saúde, ano 1, número 01/2011.


Coluna Saúde da Mulher - assinada pela Dra. Elaine K. Vasconcelos - Ginecologista, Obstetra e Mastologista - CRM: 101324.
Imagem by Mari Martins




Nenhum comentário: