quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Cafeína e puberdade



Durante a puberdade, meninos e meninas reagem de maneira diferente ao consumo de cafeína e energéticos, devido aos hormônios, que potencializam os efeitos da bebida, mesmo em doses pequenas, segundo estudo realizado por Jennifer Temple, da Universidade de Buffalo (EUA), publicado na revista Pediatrics. De acordo com Temple, os garotos têm uma resposta maior à cafeína, com aumento da pressão arterial e diminuição da frequência cardíaca, enquanto as garotas apresentam esses quadros com maior intensidade após a ovulação, ou sete dias após a menstruação.

Fonte: Revista Ser Médico nº69


Nenhum comentário: