quarta-feira, 24 de julho de 2013

Cordão umbilical: Células tronco




CORDÃO UMBILICAL: CÉLULAS TRONCO


O cordão umbilical é uma importante fonte de células tronco. É retirada uma parte do cordão, durante o parto, para a criopreservação. As células do sangue do cordão umbilical são potencialmente aptas a dar origem a qualquer tecido ou órgão do corpo humano. Essas células têm propriedades imunológicas e regenerativas. Poderão ser usadas para tratar doenças como leucemia, linfoma e aplasia de medula óssea, entre outras. Durante o pré-natal, o casal pode tomar a decisão de armazenar as células do cordão umbilical. O método de coleta é indolor, não é invasivo, não interfere no trabalho de parto e não causa danos à mãe ou ao bebê. Para se fazer a criopreservação é importante que o cordão, depois de retirado, seja submetido a exames laboratoriais para a confirmação de que não há contaminação por vírus ou bactérias. A conservação é em nitrogênio líquido, a -196 graus C e pode ficar armazenado por décadas. Uma equipe de técnicos especializados em criopreservação deve estar presente no momento do parto afim de fazer a coleta, uma vez que a equipe médica que está assistindo à paciente deve dar prioridade absoluta às saúdes da mãe e do feto.



Coluna Saúde da Mulher - assinada pela Dra. Elaine K. Vasconcelos - Ginecologista, Obstetra e Mastologista - CRM: 101324.
Imagem by Mari Martins




Nenhum comentário: