quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Será? Não se pode confiar em mais nada?!



A revelação de que os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDCs) recebem financiamento da indústria farmacêutica afetou a credibilidade da agência, que concentra todas as ações de saúde pública nos Estados Unidos. Em um artigo publicado na revista científica British Medical Journal, a editora Jeanne Lenzer aponta como essa relação pode ter afetado decisões da instituição. Entre as considerações emitidas pelo CDCs está uma orientação, feita em 2012, para que todos os nascidos entre 1945 e 1965 fossem testados para hepatite C. O problema é que, no mesmo ano, uma empresa farmacêutica que fabrica – vejam só – justamente kits de testes e tratamentos para hepatite C havia feito uma doação de US$ 600 mil à instituição.


Nenhum comentário: