segunda-feira, 13 de abril de 2015

Planta africana pode interromper a dependência de crack e outras formas de vício



Pesquisa conduzida pelo Departamento de Psiquiatria da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) revela que a ibogaína, medicamento obtido da raiz de Iboga – planta encontrada em países africanos –, pode interromper a dependência de crack e outras formas de vício, por pelo menos um ano, em 72% dos casos. Publicado no Journal of Psychopharmacology, da Inglaterra, o estudo liderado por Dartiu Xavier mostra que a substância possui maior eficácia se comparada aos tratamentos convencionais e deve ser considerada como uma alternativa para os casos mais graves de dependência química. A ibogaína ainda não está regulamentada no Brasil.

Fonte: Revista Ser Médico nº70


Nenhum comentário: